O Jovem, como administrar suas dúvidas e escolhas!

duvida
0

(Como funciona o Coaching de Carreira para eles)

Muitas conversas, pesquisas, busca por algo que auxilie o jovem a escolher de uma forma mais segura, é uma preocupação constante das pessoas mais próximas a quem precisa decidir, geralmente com 17 anos, o curso /universidade que será base da sua carreira.
A Orientação Vocacional normalmente é a primeira e para muitos, a única opção conhecida que facilita esta decisão. Hoje converso com pais que desejam alternativas ou processos complementares visando que a escolha de seus filhos esteja fortalecida pelo autoconhecimento e em seus verdadeiros talentos.

Na prática: Entendendo o Coaching de Carreira para Jovens

Pais: O primeiro contato!

O contato sempre inicia com os pais onde há o detalhamento do processo:
O que é Coaching e quem é o Coach;
Quais são as diferenças do Coaching de Carreira com outros processos (orientação vocacional, consultoria de carreira, aconselhamento);
Os principais benefícios;
Logística (tempo e quantidade de reuniões, contrato, informações que os pais recebem ao longo do processo, valores, forma de pagamento, encerramento, autorização para menores de idade).

Nesta reunião, também entendemos o que os pais esperam deste trabalho e alinhamos pontos fundamentais, principalmente referentes a possíveis escolhas do jovem que pode não ser a esperada por eles e clarificamos a importância da confidencialidade.

Na minha experiência, a maioria dos pais relata a importância do filho ampliar sua visão para todas as suas possibilidades, tomar consciência dos seus talentos e como usá-los na escolha de curso / carreira, serem questionados em suas “fantasias” e desenvolverem um plano de ação que sustentará suas escolhas. Já ouvi mais de uma vez nestas reuniões: “E se nós faltarmos, como ele sobreviverá?” “Quero o meu filho feliz com sua escolha”!

Ainda que os pais entendam o quanto o Coaching de Carreira ajudará neste momento, o processo não inicia sem um bate papo com o futuro coachee!

Jovem: alinhando todas as expectativas e começando uma nova forma de ver, sentir, pensar e agir!
Geralmente os jovens compartilham muitas informações já no contato inicial: contam sobre a pressão de tomar uma decisão que para eles naquele momento é única e decisiva, apresentam as opções de cursos ou ainda a ansiedade por realmente não achar nenhum que desperte interesse, falam sobre o que não querem para vida, sobre a visão da carreira dos pais e o quanto esperam que o Coach seja “bem legal, que ajude a atingir o objetivo, que troque ideias e principalmente que entenda rapidamente as mensagens”.

O processo quando aceito pelo jovem flui de forma natural, eles entendem os seus valores, suas necessidades, permitem questionamentos de diferentes pontos de vista, ampliam opções, buscam informações das mais variadas fontes (amigos, profissionais de mercado, parentes, empresas, escolas, professores, pesquisas…), estão dispostos e tem a entrega necessária ao processo que eles acreditam.

É surpreendente após um ciclo de 8 a 12 reuniões individuais ver o jovem apresentar aos seus pais seus valores, talentos (alguns que descobriram durante o Coaching), suas realizações, todas as possibilidades de cursos/ universidades e principalmente sua decisão, de forma clara, objetiva, com análise de prós e contras e com plano de ação para cada possível obstáculo.

Geralmente os pais relatam como foi especial perceber o crescimento e a forma estruturada que o filho desenvolveu o pensamento para chegar as suas possibilidades e principalmente: a segurança na escolha!